Tratamento Ecológico de Madeira


Como não ter problemas com cupins, carunchos, brocas e outros insetos xilófagos na construção ou na obra?


Você sabia que madeiras tratada em esquema autoclave (panelas de pressão gigantes), causam danos à saude? Sabe porque? Porque contém cobre, cobalto e arsênio na composição e, ao volatizar são absorvidos pelo organismo. A titulo de informação, veja o link abaixo para entender um pouco mais.


Mas como construir se eu quero uma madeira que seja durável e não contaminante? Bom, isso é o que nos vamos ver nesta postagem.

Quando se pensa em técnicas bioconstrutivas, torna-se necessário construir com o material que há disponível na região. Desta forma, construir com madeira no deserto ou fazer iglus na amazônia não seriam opções acertadas. Não gosto de monoculturas, mas na nossa região tem uma quantidade muito grande de eucalipto. Por este motivo a gente usa ele, sem tratamento autoclave, lançando mão do tratamento que nos vamos ver mais abaixo.

Monocultura de eucalipto da região de Diamantina-MG

O método que vou explicar agora é muito simples e foi desenvolvido primeiramente pelos povos orientais, mais especificamente no Japão e, serve especialmente para madeirama estrutural de casa, que necessita ser enterrada. Ao invés de usar soluções químicas para tratar, usamos o fogo, como faziam ancestralmente. 

Para usar este método, você necessitará dos seguintes materiais e ferramentas:

  • madeiras para fogueira;
  • trincha;
  • óleo queimado automotivo;
  • vasilha plástica;
  • madeiras para tratar;
  • fosforo ou isqueiro;
  • lona plástica;
  • martelo;
  • pregos.

Primeiramente, você vai fazer uma fogueira e vai colocar as pontas dos postes a serem enterrados em contato direto com as chamas. A medida que o fogo for pegando, vai passando com uma trincha camadas de óleo de motor queimado, de maneira que somente o primeiro centímetro das peças e que vai queimar. Ou seja, não é para queimar o toco inteiro, ok?
Usando o metodo de tratamento japones, queimamos as pontas das madeiras a serem enterradas. Desta maneira, insetos xilofagos não à atacam
Com a trincha, passe camadas de oleo queimado para que ele seja incorporado à madeira
Rede de voluntarios do Instituto de Permacultura EcoVIDA em ação
Turma de residência em Permacultura tratando madeira

Reiterando o que disse: Evite queimar demasiadamente. No máximo, um centimetro da madeira deve ser queimada.

Para melhorar ainda mais, você pode encamisar o poste com uma lona plastica. Desta forma, além de não ter problemas com insetos, não terás também com umidade.

colocar uma lona ajuda a não ter problemas com umidade
Encamisamento de poste com lona plástica
Com a lona colocada, basta enterrar o poste.
Com a lona enterrada, basta agora fincar a parte queimada no chão

Conclusões:

Fazemos este tipo de tratamento de madeira há dez anos. Não tivemos problemas com ataque de insetos xilófagos e, até os dias atuais, nossas edificações continuam inteiras. Alem disso, não nos colocamos em contato com substancias cancerígenas e que muitos de nós, desconhecem.







Conheça também: CURSO ONLINE

permacultura_curso

Informamos que as inscrições para nosso curso online são liberadas apenas para os que se cadastram na nossa lista de e-mails e completam a semana inicial de estudos. Para participar, cadastre-se CLICANDO AQUI e acompanhe a semana de materiais gratuitos. No final, você receberá o convite para se matricular no nosso curso online.


Nenhum comentário :

Postar um comentário